Cidade

BRT vai ligar a Lapa ao Iguatemi em 15 minutos, diz Neto

Ao ressaltar que o BRT vai melhorar a mobilidade de Salvador, o prefeito ACM Neto explicou, durante a assinatura da parceria com a Caixa Econômica Federal, nesta sexta-feira (16), como será o trajeto do modal [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agecom/Salvador

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 16 de Setembro de 2016 ⋅ 14:38

Ao ressaltar que o BRT vai melhorar a mobilidade de Salvador, o prefeito ACM Neto explicou, durante a assinatura da parceria com a Caixa Econômica Federal, nesta sexta-feira (16), como será o trajeto do modal. 

“Depois que o projeto estiver completo, uma pessoa vai poder fazer de ônibus em 15 minutos, saindo da Estação da Lapa e chegando na região do Iguatemi”, disse.
Segundo a administração municipal, o objetivo é melhorar a qualidade de vida das pessoas que utilizam o transporte público e o trânsito de toda a cidade.

“Esse é o foco principal do BRT. Vamos ter uma repercussão muito positiva no trânsito da cidade nessa região: Avenida Garibaldi, Juracy Magalhães, Vasco da Gama e Antônio Carlos Magalhães. Todo mundo sabe que é uma das áreas mais complicadas da cidade. Vem melhorando, mas o BRT vai trazer uma solução definitiva”, completou. 

Sobre o início da operação, Neto disse que vai depender do processo de licitação. “Haverá abertura para participação ampla de concorrência. Em geral, deve demorar de 4 a 6 meses para ser concluída, vamos trabalhar com média de 5 meses. Quanto as obras, quando começar a obra, entre 24 e 30 meses”. 

Leia mais:

"O que não avançou em três anos, avançou em três meses", diz Neto sobre BRT

Projeto do BRT prevê complexo de viadutos, ciclovia e intervenções no trânsito

Notícias relacionadas