Cidade

Dilma Rousseff participa de manifestação em Salvador nesta quinta-feira

A capital baiana deve ter um dia intenso nesta quinta-feira, com a presença da ex-presidente Dilma Rousseff nas manifestações da CUT. Paralizações no trânsito e diversos serviços devem ser afetados, segundo os organizadores. Sindicatos de algumas categorias pretendem aderir ao "Dia Nacional de Paralisação", organizado pela Central Única de Trabalhadores. O ato é em defesa da democracia e dos direitos trabalhistas.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Brasil 247

Por Jessica Galvão no dia 21 de Setembro de 2016 ⋅ 14:59

A capital baiana deve ter um dia intenso nesta quinta-feira, com a presença da ex-presidente Dilma Rousseff nas manifestações da CUT. Paralizações no trânsito e diversos serviços devem ser afetados, segundo os organizadores. Sindicatos de algumas categorias pretendem aderir ao "Dia Nacional de Paralisação", organizado pela Central Única de Trabalhadores. O ato é em defesa da democracia e dos direitos trabalhistas.

Segundo os sindicalistas, a paralisação tem o intuito de alertar o governo de que os trabalhadores vão impor limites as suas medidas. "Parar no próximo dia 22, significa dizer não a um governo golpista, sem nenhuma legitimidade. Um governo que quer fazer uma reforma trabalhista que penaliza o trabalhador e agrada o patrão. Nossos direitos não serão vendidos e nem negociados", falou Cedro Silva, presidente da CUT Bahia.

Os atos devem começar às 8 horas e terá dois pontos principais de concentração de trabalhadores: na região do Shopping da Bahia e no Campo Grande, em frente à Casa da Itália.

Notícias relacionadas