Cidade

Fabio Nogueira ressalta importância do Novembro Negro e critica PEC 241

Durante o lançamento oficial da programação do Novembro Negro 2016, no Teatro Castro Alves (TCA), o ex-Candidato a Prefeito de Salvador e sociólogo Fábio Nogueira (PSOL) falou ao Metro1 sobre a importância da valorização da cultura negra na Bahia, e parabenizou a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) pela iniciativa. [Leia mais...

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira /Metropress

Por Laura Lorenzo e Matheus Morais no dia 08 de Novembro de 2016 ⋅ 20:09

Durante o lançamento oficial da programação do Novembro Negro 2016, no Teatro Castro Alves (TCA), o ex-candidato a prefeito de Salvador e sociólogo Fábio Nogueira (PSOL) falou ao Metro1 sobre a importância da valorização da cultura negra na Bahia, e parabenizou a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) pela iniciativa.

"Parabéns à Sepromi pela iniciativa. Houve essa atividade junto com as entidades do movimento negro, os artistas começam a visitar hoje, os blocos afro. Tudo isso marca a identidade do povo de Salvador. Nós vivemos um período de avanço na ideias conservadoras", disse Nogueira.

O sociólogo aproveitou a chance também para criticar ferrenhamente a PEC 241, que prevê um teto para os investimentos públicos. "Inclusive a PEC 241 prevê a retirada da obrigatoriedade do ensino de história de cultura africana nas escolas do Brasil. Isso é um verdadeiro retrocesso. Qual será o próximo passo? Também atacar as políticas de ação afirmativa?", repreendeu o ex-candidato a prefeito.

Nogueira finalizou ressaltando a importância da noite para o combate ao racismo não só na Bahia, mas também no país. "Precisamos combater o racismo, superar as desigualdades raciais na nossa cidade, no nosso país, na Bahia. Então nós entendemos que esse dia é um dia muito importante. Uma celebração e ao mesmo tempo um dia de protesto, de reflexão, para que nós possamos continuar atuando no combate ao racismo e a discriminação racial.

Notícias relacionadas