Cidade

PF deflagra operação para combater serviços de câmbio ilegal no Pelourinho

Foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (20), pela Polícia Federal, a Operação Conversão, que pretende combater o câmbio ilegal operado por empresas de turismo na região do Pelourinho, no Centro de Salvador. [Leia mais...]

[ PF deflagra operação para combater serviços de câmbio ilegal no Pelourinho]
Foto : Divulgação/ Polícia Federal

Por Matheus Morais no dia 20 de Fevereiro de 2017 ⋅ 12:36


Foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (20), pela Polícia Federal, a Operação Conversão, que pretende combater o câmbio ilegal operado por empresas de turismo na região do Pelourinho, no Centro de Salvador. 
Cerca de 14 Policiais Federais cumpriram 4 mandados de Busca e Apreensão na sede dessas empresas. De acordo com a PF, a operação surgiu para investigar empresas de turismo que estariam realizando a venda de moeda estrangeira sem autorização do Banco Central. Tais empresas anunciavam publicamente o serviço de Câmbio e, devido ao aumento de turistas nessa época do ano na região do Pelourinho, o serviço ilegal era realizado diariamente.

Em nota enviada à imprensa, a Polícia Federal explica que o controle realizado pelo Banco Central assegura a estabilidade da moeda e o controle de crédito. "or isso a importância de realizar a fiscalização da atividade. Se essas empresas operam Câmbio sem a devida autorização, o Banco Central deixa de conhecer tais dados, regulando o mercado com base em premissas inidôneas". Documentos e mídias, além de diversos valores em moeda estrangeira foram apreendidas na ação.

A PF ainda flagrou mais de uma empresa que operava o serviço sem autorização. Os documentos devem ser submetidos à perícia e os valores apreendidos ficarão à disposição da justiça. Os envolvidos responderão pelo crime previsto no artigo 16 da Lei 7.942/86, que prevê pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa. 

Notícias relacionadas

[Ônibus voltam a circular no bairro de Santa Cruz]
Cidade

Ônibus voltam a circular no bairro de Santa Cruz

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Agosto de 2019 ⋅ 12:03 em Cidade

Veículos deixaram de entrar na localidade na noite de ontem (15), quando homens armados invadiram uma casa e fizeram moradores reféns por mais de uma hora