Cidade

'Não dá para o Carnaval ocorrer somente em um circuito', diz ACM Neto

Nesta quarta-feira (1º), durante coletiva à imprensa, o prefeito ACM Neto fez um balanço do Carnaval de Salvador neste ano. Para ele, um dos pontos negativos da folia foi a "concentração demasiada do desejo do folião pelo Circuito Barra/Ondina" [Dodô]. [Leia mais...]

['Não dá para o Carnaval ocorrer somente em um circuito', diz ACM Neto]
Foto : Metropress

Por Yasmin Garrido e Lorena Dias no dia 01 de Março de 2017 ⋅ 14:22

Nesta quarta-feira (1º), durante coletiva à imprensa, o prefeito ACM Neto fez um balanço do Carnaval de Salvador neste ano. Para ele, um dos pontos negativos da folia foi a "concentração demasiada do desejo do folião pelo Circuito Barra/Ondina" [Dodô]. "Não dá para o carnaval acontecer somente em um circuito", declarou.

De acordo com Neto, essa preferência dá-se em razão das atrações que desfilam no Circuito Dodô, o que acaba interferindo no "no sistema de transportes e no fluxo de trânsito". O democrata disse ainda que, para 2018, vai elaborar uma estratégia que fortaleça o Circuito do Centro, no Campo Grande. ACM Neto também afirmou que vai "procurar pessoalmente" artistas e empresários que fazem o Carnaval para discutir mudanças implantadas no próximo ano.

"A prefeitura vem a cada ano introduzindo novidades e trazendo coisas que são conquistas nossas. Estão aí o Fuzuê, o Furdunço, o Pipoco da terça-feira, o Baile Municipal da quarta, encontro de trios da quinta, os trios sem corda. Todos esses são movimentos que a gente vem induzindo, a exemplo do palco na Barra, da torre eletrônica, dos palcos multiculturais. Então, a cada ano a gente prepara um conjunto de novidades", disse o prefeito.

Notícias relacionadas