Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

"Pintaram os artistas baianos de branco", critica Manno Goés

O cantor e compositor Manno Goés esteve na Rádio Metrópole nesta sexta-feira e em entrevista ele criticou a falta de oportunidade para compositores na Bahia, mas principalmente a glamourização da música baiana, tirando do foco 'a questão negra'. [Leia mais...]

[
Foto : Luiza Leão /Metropress

Por Laura Lorenzo no dia 24 de Março de 2017 ⋅ 17:39

O cantor e compositor Manno Goés esteve na Rádio Metrópole nesta sexta-feira (24) e em entrevista ele criticou a falta de oportunidade para compositores na Bahia, mas principalmente a glamourização da música baiana, tirando do foco 'a questão negra'.

"Pintaram de branco os artistas baianos. Tiraram a questão negra do foco principal. Criaram o vício da celebridade. Deixou-se de lado a música, a canção, o histórico cultural para querer ser uma celebridade, com muita vaidade, ego. Com a intenção maior do figurino, mega produção e negligenciando a música. Isso é o grande aspecto negativo", criticou o compositor

Apesar das criticas, um músico baiano foi elogiado pelo compositor. De acordo com Manno, Saulo é um dos únicos que 'está na contramão' desta indústria. "Ele vai pra música. Ele tem uma responsabilidade, de fato, uma representatividade muito grande. Por provar que dá pra fazer música baiana sem blocos, sem cordas", disse. 

Notícias relacionadas