Cidade

Situação fiscal de Salvador é privilegiada entre as capitais, diz secretário da Casa Civil

Chefe da Casa Civil da Prefeitura de Salvador na gestão de ACM Neto, Luiz Carreira foi entrevistado nesta segunda-feira (3) durante o Jornal do Meio Dia da Rádio Metrópole e falou sobre o controle de recursos da prefeitura para ações neste ano. [Leia mais...]

[Situação fiscal de Salvador é privilegiada entre as capitais, diz secretário da Casa Civil]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni no dia 03 de Abril de 2017 ⋅ 16:02

Chefe da Casa Civil da Prefeitura de Salvador na gestão de ACM Neto, Luiz Carreira foi entrevistado nesta segunda-feira (3) durante o Jornal do Meio Dia da Rádio Metrópole e falou sobre o controle de recursos da prefeitura para ações neste ano. Segundo o gestor, a atuação do prefeito no primeiro mandato trouxe benefícios para a cidade, principalmente no sentido de buscar investimentos. \'São negociações que duram um certo tempo. O trabalho inicial foi feito pelo prefeito ACM Neto de arrumar a casa, organizando as finanças de Salvador para que a gente pudesse partir para as negociações com os organismos nacionais e internacionais\', declarou.

Carreira citou a capacidade de endividamento da cidade, que permite que a Prefeitura consiga captar investimentos estrangeiros para tocar obras de grande importância social. \'Hoje é na ordem de R$ 6 bilhões. Isso demonstra que o resultado de todo o trabalho realizado desde 2013 vem agora apresentando seus frutos. Atualmente nós estamos negociando uma carteira de investimentos externos da ordem de R$ 1,9 milhão. São recursos que advém do BID, do banco mundial, do banco de desenvolvimento da América Latina e do CAF, onde estamos negociando vários projetos\', disse o secretário, destacando o repasse de valores pelo Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo em Salvador (Prodetur) e o projeto Mané Dendê, que visa implementar obras e ações no meio ambiente e ampliar o desenvolvimento na região do Subúrbio Ferroviário.

\'Isso tudo demonstra que o prefeito ACM Neto não está preocupado apenas com o seu período de gestão, mas sobretudo deixar uma cidade preparada, organizada, com projetos e com planejamento\', afirmou Carreira.

O secretário comentou a situação de Salvador em relação à tomada de empréstimos junto ao governo federal. Segundo ele, a situação da gestão municipal está \'privilegiada\' em relação a outras capitais do país. \'Primeiro porque não tomamos empréstimos há mais de 14 anos. Portanto, Salvador está completamente livre e com boa disponibilidade de captar recursos, se endividar e pagar. Além disso, há uma situação fiscal extremamente confortável e que nos deixa em uma posição privilegiada entre as capitais do Brasil\', disse.

Notícias relacionadas