Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Cinco fortes de Salvador concorrem ao título de Patrimônio Mundial pela Unesco

Os fortes de Santa Maria, São Diogo, São Marcelo, Santo Antônio da Barra (o Farol da Barra) e Nossa Senhora de Monte Serrat vão concorrer ao título de Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). [Leia mais...]

[Cinco fortes de Salvador concorrem ao título de Patrimônio Mundial pela Unesco]
Foto : Jefferson Peixoto/ Agecom

Por Luiza Leão no dia 10 de Abril de 2017 ⋅ 15:00

Os fortes de Santa Maria, São Diogo, São Marcelo, Santo Antônio da Barra (o Farol da Barra) e Nossa Senhora de Monte Serrat vão concorrer ao título de Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Além das cinco construções da capital baiana, outras 14 fortificações espalhadas pelo Brasil disputam o título.

A escolha dos fortes de Salvador foi realizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Todos eles compõem o Conjunto de Fortificações do Brasil. Para que o reconhecimento seja conquistado, os equipamentos devem promover o uso sustentável e a conservação do local e um outro requisito importante, como o da preservação da memória e o estímulo ao turismo cultural.

Em 2016, a Prefeitura de Salvador disponibilizou R$ 5,3 milhões para reformar os fortes Santa Maria e São Diogo, fortificações de destaque e que vão disputar o título. Nesses locais, houve a instalação de dois importantes espaços culturais: Pierre Verger da Fotografia Baiana e Carybé de Artes, que são de propriedade da União, mas que são administrados pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

Notícias relacionadas