Cidade

Campanha do Centro de Zoonoses vacina gratuitamente cães e gatos de Salvador contra raiva

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), vinculado à Prefeitura de Salvador, vai iniciar uma campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos da capital baiana a partir da próxima segunda-feira (4). A ação vai até o dia 30 de setembro e donos de animais de estimação poderão levar seus bichos para faze a imunização em 250 postos de saúde. [Leia mais...]

[Campanha do Centro de Zoonoses vacina gratuitamente cães e gatos de Salvador contra raiva ]
Foto : Matheus Buranelli / Secom

Por Laura Lorenzo no dia 31 de Agosto de 2017 ⋅ 14:24

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), vinculado à Prefeitura de Salvador, vai iniciar uma campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos da capital baiana a partir da próxima segunda-feira (4). A ação vai até o dia 30 de setembro e donos de animais de estimação poderão levar seus bichos para faze a imunização em 250 postos de saúde, distribuídos em todos os distritos sanitários de Salvador.

O serviço será feito gratuitamente de segunda a sexta, de 8h às 14h. Em alguns postos o horário de vacinação será estendido até as 17h. A campanha espera vacinar cerca de 200 mil cães e gatos.

Para passar pelo procedimento, os animais devem possuir mais de três meses de idade e não podem estar doentes. Não é necessário levar documentos. “A vacinação é a principal medida de prevenção da raiva, que é uma zoonose com 100% de letalidade”, disse o chefe do Setor de Vigilância Contra a Raiva do CCZ, Aroldo Carneiro. O último caso de raiva canina na cidade foi identificado em 2009. Já em humanos, o registro mais recente ocorreu em 2004.

Postos

A lista das unidades que estão realizando a imunização contra raiva estará disponível no site da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) pelos próximos dias.

Notícias relacionadas

[Vacina de Oxford contra a Covid-19 será testada em Salvador]
Cidade

Vacina de Oxford contra a Covid-19 será testada em Salvador

Por Kamille Martinho no dia 10 de Julho de 2020 ⋅ 17:20 em Cidade

Os 5 mil voluntários que serão selecionados devem ter entre 18 a 55 anos, pessoas que tenham uma alta exposição ao vírus, além de não terem sido contaminados até agora