Cidade

Vinci minimiza construção de 2ª pista no Aeroporto de Salvador: \"Não é um problema\"

Presidente do conselho da Vinci Airports, José Luis Menghini destacou as medidas que devem ser tomadas para que o Aeroporto de Salvador apresente melhorias aos passageiros já na alta estação. O contrato de concessão que abrange a expansão, manutenção e exploração do aeroporto foi assinado pela empresa em julho. [Leia mais...]

[Vinci minimiza construção de 2ª pista no Aeroporto de Salvador: \
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 05 de Setembro de 2017 ⋅ 10:06

Presidente do conselho da Vinci Airports, José Luis Menghini destacou as medidas que devem ser tomadas para que o Aeroporto de Salvador apresente melhorias aos passageiros já na alta estação. O contrato de concessão que abrange a expansão, manutenção e exploração do aeroporto foi assinado pela empresa em julho.

O representante sinalizou a necessidade de criar uma nova área comercial no terminal, além de investir em reparos básicos nas escadas rolantes e ares-condicionados. De acordo com Menghini, se não houver nenhum empecilho, todas as intervenções estarão finalizadas em até dois anos e meio. \"Se não tivermos nenhum entrave burocrático, toda essas obras da face atual vão estar concluídas. Pretendemos simplesmente concluir o cronograma previsto\", disse.

Questionado sobre a construção de uma segunda pista, Menghini explicou que a decisão depende do número de pousos e decolagens por ano na cidade. \"A segunda pista não é um problema hoje. Temos 30 mil pousos e decolagens por ano e temos que chegar a quatro vezes mais. Não sei se ela vai ou não acontecer, mas sei que temos que respeitar o contrato\", concluiu.

Notícias relacionadas