Cidade

Guarda Municipal fica de fora do desfile da Independência em Salvador: \"Decisão operacional\"

Ao que tudo indica, a Guarda Civil Municipal tem sido a ovelha negra da Prefeitura de Salvador. O grupo ficou de fora do desfile do Sete de Setembro, realizado nesta quinta-feira (7), em Salvador. Ao Bahia.Ba, o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que a decisão foi \"operacional\". “Está sob minha avaliação. Pedi que na segunda o diretor me leve os detalhes. Caso não concorde, providências podem ser tomadas”, disse [Leia mais...]

[Guarda Municipal fica de fora do desfile da Independência em Salvador: \
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira no dia 07 de Setembro de 2017 ⋅ 11:19

Ao que tudo indica, a Guarda Civil Municipal tem sido a ovelha negra da Prefeitura de Salvador. O grupo ficou de fora do desfile do Sete de Setembro, realizado nesta quinta-feira (7), em Salvador. Ao Bahia.Ba, o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que a decisão foi \"operacional\". “Está sob minha avaliação. Pedi que na segunda o diretor me leve os detalhes. Caso não concorde, providências podem ser tomadas”, disse.

E não era por menos, nos últimos anos, o nome da Guarda esteve envolvido em diversos casos de abuso de poder e até crime, como já mostrou o Jornal da Metrópole. Apesar de fundada em 2007, a Guarda só ganhou um regime disciplinar próprio após dez anos de atuação. O Projeto de Lei 02/2015, mais objetivo do que a lei geral dos servidores em relação às penas para infratores, foi aprovado pela Câmara no início do mês e sancionado pelo prefeito ACM Neto (DEM), sem vetos.

Leia mais:

Guarda Municipal arquiva processos, mas silencia sobre punições a infratores

MP recomenda limitação da Guarda e secretário comemora: \"Costumam confundir\"

Notícias relacionadas