Cidade

Bahiagás cobra fatura de R$ 0,01 e ameaça cortar fornecimento; consumidor aponta erro

No dia 29 de setembro, o industriário José Cerqueira quase não acreditou quando recebeu uma fatura no valor de R$ 0,01 da Bahiagás, referente ao mês de fevereiro do ano passado. No documento, a empresa ameaçava cortar o gás de José, que é morador do condomínio Alphaville 1, em Salvador [Leia mais...]

[Bahiagás cobra fatura de R$ 0,01 e ameaça cortar fornecimento; consumidor aponta erro]
Foto : Roberto Viana/AGECOM

Por Bárbara Silveira no dia 02 de Outubro de 2017 ⋅ 15:50

No dia 29 de setembro, o industriário José Cerqueira quase não acreditou quando recebeu uma fatura no valor de R$ 0,01 da Bahiagás, referente ao mês de fevereiro do ano passado. No documento, a empresa ameaçava cortar o gás de José, que é morador do condomínio Alphaville 1, em Salvador. "Tendo em vista que até o presente momento não acusamos o recebimento, vimos informar que está programado para dentro de 15 dias, a contar pelo início do recebimento desta, o corte no fornecimento de gás natural", afirmava o email.

Ao Metro1 nesta segunda-feira (2), o industriário contou que, desde então, procura a empresa para tentar entender a questão. "Eu liguei pra lá e disse que nunca atrasei, pago sempre em dia. Primeiro que eu acho ridículo eles me cobrarem um centavo de 2016, no mais tardar em 60 dias é cobrado, deixar passar um ano para cobrar um centavo e de forma agressiva dizendo que vai cortar?", explicou. Ainda segundo José, o boleto enviado pela empresa também tinha um erro. "No código de barras os quatro primeiros dígitos do segundo bloco representam o valor da fatura. E os quatro primeiros eram 76.34, no impresso era 76.35 e no meu recibo do banco está 76.34. Essa é a questão. O código fala uma coisa, o boloto outra", reclamou.

Agora, o industriário afirmou que vai procurar a empresa e deve levar o caso à justiça. "Ou eles retiram essa cobrança indevida documentalmente e encerra o assunto. Se não quiserem, calculam e eu vou pagar tudo, mas vou botar na justiça, pois tem o erro de código de barra", disse. Procurada pelo Metro1, a Bahiagás ainda não se posicionou sobre a denúncia. 

Notícias relacionadas