Cidade

Amab elogia progresso do TJ-BA em 2 anos, mas fala em "deficiências que precisam ser atacadas"

O presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (Amab), Freddy Pitta Lima, esteve na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (11), e conversou com José Eduardo sobre a atual situação do Poder Judiciário na Bahia. [Leia mais...]

[Amab elogia progresso do TJ-BA em 2 anos, mas fala em
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 11 de Outubro de 2017 ⋅ 08:42

O presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (Amab), Freddy Pitta Lima, esteve na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (11), e conversou com José Eduardo sobre a atual situação do Poder Judiciário na Bahia.

De acordo com o juiz, a presidente do Tribunal de Justiça do estado (TJ-BA), Maria do Socorro Barreto Santiago, conseguiu bons resultados nos dois anos de gestão, porém, ainda existem deficiências "que precisam ser atacadas". "Teve um mutirão que deu prioridade as sentenças. Ela criou o cartório integrado, por exemplo, que é um sucesso. Um cartório que abrange três, quatro comarcas. Esse modelo veio de São Paulo. A tendência é ter celeridade", disse.

Ainda segundo Pitta Lima, o diálogo entre a Amab e o TJ-BA "tem sido o melhor possível". "Dois anos é pouco. A presidente fez o possível, mas queremos manter o diálogo com o próximo presidente do TJ para começar bem", concluiu.

Notícias relacionadas