Cidade

Governo contrata empresa para retirar algas que causam mau cheiro no Dique

Após várias queixas de ouvintes da Rádio Metrópole sobre mau cheiro e coloração estranha das águas do Dique do Tororó, o governo do estado informou, nesta sexta-feira (20), que foi contratada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), uma empresa terceirizada para a retirada de algas do local. [Leia mais...]

[Governo contrata empresa para retirar algas que causam mau cheiro no Dique]
Foto : Divulgação

Por Paloma Morais no dia 20 de Outubro de 2017 ⋅ 15:43

Após várias queixas de ouvintes da Rádio Metrópole sobre mau cheiro e coloração estranha das águas do Dique do Tororó, o governo do estado informou, nesta sexta-feira (20), que foi contratada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), uma empresa terceirizada para a retirada de algas do local. O serviço, que conforme a gestão estadual, tem como objetivo "melhorar a qualidade do espelho d’água”, teve início na noite desta quinta (19) e seguirá nesta noite.

“Com a proximidade do verão e o consequente aumento da temperatura a reprodução dessas algas é intensificada, ocasionando, em última instância, mau cheiro”, explicou o governo por meio de nota enviada pela Secretaria de Comunicação do Estado (Secom).

O problema já estava se prolongando há dias sem o consenso sobre a responsabilidade. Além de incomodar os moradores do local, e atrapalhar o comércio local, o mau cheiro estava impedindo que entidades religiosas fizessem ritos no Dique. 

Procurado pelo Metro1, na última quinta (19), o Instituto do Meio-Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) afirmou que a causa do problema é o excesso de algas, "que por sua vez, em processo de decomposição, geram mau cheiro". O órgão, porém, se eximiu e informou que não compete a ele “a responsabilidade sobre o espelho d’água do Dique do Tororó”, apesar da qualidade das águas do dique serem avaliadas pelo Inema  anualmente.

Já a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) também declarou que o problema não é de sua responsabilidade e que foi há 15 anos foi retirado todos os lançamentos de esgoto doméstico no local.

 

 

 

 

Notícias relacionadas