Cidade

Júri popular absolve PM acusado de matar juiz em briga de trânsito

O policial militar Daniel dos Santos Soares foi absolvido durante júri popular, nesta terça-feira (27), da acusação de ter matado o juiz Carlos Alessandro Pitágoras Ribeiro durante uma briga de trânsito, no ano de 2010, em Salvador.[Leia mais...]

[Júri popular absolve PM acusado de matar juiz em briga de trânsito ]
Foto : Raul Golinelli/GOVBA

Por Tayane Rodrigues no dia 27 de Março de 2018 ⋅ 20:30

O policial militar Daniel dos Santos Soares foi absolvido durante júri popular, hoje (27), da acusação de ter matado o juiz Carlos Alessandro Pitágoras Ribeiro durante uma briga de trânsito, no ano de 2010, em Salvador. A informação foi divulgada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

A juíza Andrea Teixeira Lima Sarmento Netto conduziu o processo, realizado no Salão do Júri, no Fórum Ruy Barbosa. A sessão durou de 10h e até 17h. Durante a audiência foram ouvidos um policial civil e uma pessoa que presenciou o fato, ambos testemunhas de acusação. Em seguida, o acusado foi interrogado.

Após debate entre o Ministério Público e os advogados de defesa, a acusação pediu a condenação por homicídio simples e a defesa pediu o reconhecimento da legítima defesa. Depois disso, os jurados absolveram o réu. A promotoria tem cinco dias para recorrer da decisão. Caso o recurso não seja utilizado, o processo será arquivado e considerado concluído.

O policial responde à ação na esfera penal em liberdade. Um inquérito militar instaurado para apurar o crime não vislumbrou a incursão de crime por parte dele.

Notícias relacionadas