Cidade

Morre torcedor do Bahia baleado no último domingo

O torcedor do Bahia, Antônio Marcos Sadela, 49 anos, baleado no ombro esquerdo em um atentado no último domingo (8), na sede da Bamor, no Tororó, morreu por volta das 22h de ontem (13), no Hospital Geral do Estado (HGE).[Leia mais...]

[Morre torcedor do Bahia baleado no último domingo]
Foto : Reprodução/ HGE

Por Tayane Rodrigues no dia 14 de Abril de 2018 ⋅ 11:04

O torcedor do Bahia, Antônio Marcos Sadela, 49 anos, baleado no ombro esquerdo em um atentado no último domingo (8), na sede da Bamor, no Tororó, morreu por volta das 22h de ontem (13), no Hospital Geral do Estado (HGE). Antônio também teve o pulmão perfurado pela bala e estava hospitalizado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O enterro deve ocorrer às 16h de hoje (14). O cemitério ainda não foi definido. Outros dois torcedores foram baleados no atentado, Daniel Sena Duarte, 20, atingido no abdômen, e Hugo dos Santos, 25. Os dois passam bem.

O torcedor era auxiliar de portaria, mas atuava também como DJ nas horas vagas. Na Bamor há 26 anos, ele era  responsável pelo patrimônio da torcida, como faixas e bandeiras. Em declaração ao Correio, um porta-voz da diretoria da Bamor, que pediu para não ser identificado, lamentou o fato e disse que a torcida está de luto.

"Nossa diretoria vem a público reafirmar a sua posição de repúdio a todo e qualquer ato de violência e registrar que não tolera e nem promove nenhuma ação que represente fato agressivo dentro ou fora do estádio de futebol", declarou na época a Bamor. 

Por meio de nota, a torcida organizada fez também um apelo para Secretaria de Segurança Pública e o Ministério Público do Estado da Bahia, para que haja uma investigação que aponte todos os envolvidos "nesse episódio criminoso, evidente tentativa de homicídio, e que fiquem claras as motivações e autorias de modo a possibilitar as denúncias e processos criminais que o evento demanda".

Notícias relacionadas

[Mercado Municipal de Cajazeiras: 2 anos em reforma ]
Cidade

Mercado Municipal de Cajazeiras: 2 anos em reforma 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Setembro de 2019 ⋅ 09:00 em Cidade

A Superintendência de Obras Públicas (Sucop) não respondeu, mas o Diário Oficial do Município denunciou: a empresa vencedora da licitação foi a Qualy Engenharia