Cidade

Colégio Antônio Vieira demite professor envolvido em grupo de WhatsApp de ameaças

O professor fazia parte do grupo onde estudantes aparecem trocando mensagens de ódio e citando ameaças a outros alunos por divergências políticas e ideológicas

[Colégio Antônio Vieira demite professor envolvido em grupo de WhatsApp de ameaças]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 09 de Novembro de 2018 ⋅ 16:45

O Colégio Antônio Vieira demitiu um professor envolvido no escândalo protagonizado por alunos em um grupo de WhatsApp que surgiu na última semana. O docente fazia parte do grupo onde estudantes aparecem trocando mensagens de ódio e citando ameaças a outros alunos por divergências políticas e ideológicas.

Informações obtidas pelo Metro1 dão conta de que parte dos alunos já foram identificados e que a matrícula deles não será renovada. Outros terão a conduta investigada para apurar o grau de participação nas ameaças. Pais e responsáveis pelos estudantes também foram convocados para esclarecimentos. 

Contatada pelo Metro1, a assessoria do Vieira afirmou que não iria se manifestar sobre o caso e se limitou a dizer que "já está aplicando as medidas educativas pertinentes". "No entanto, firmados numa ética do cuidado para com todos os envolvidos, entendemos que as decisões tomadas referem-se exclusivamente ao âmbito interno da nossa instituição", declara o colégio.

Reação

Em manifestação de repúdio ao escândalo, estudantes contrários à conduta dos colegas organizaram homenagens aos professores. Mensagens de integrantes da instituição e ex-alunos do Vieira foram divulgadas em painéis, agradecendo pela importância dos docentes.

Notícias relacionadas

[Homem diz ter cometido 13 estupros em Salvador e RMS ]
Cidade

Homem diz ter cometido 13 estupros em Salvador e RMS

Por Juliana Almirante no dia 12 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Cidade

Segundo a polícia, ele oferecia as oportunidades de emprego, se passava pelo motorista de um suposto contratante, e dopava as mulheres, antes de cometer os crimes