Cidade

Após sumiço de praticantes de stand up paddle, Tinoco quer regulamentação da atividade

Vereador licenciado e atual Secretário Municipal de Cultura e Turismo apresentou projeto sobre o assunto em 2014

[Após sumiço de praticantes de stand up paddle, Tinoco quer regulamentação da atividade]
Foto : Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 13 de Novembro de 2018 ⋅ 13:40

Após o desaparecimento de três praticantes de stand up paddle no último sábado (10), o vereador licenciado e atual Secretário Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Claudio Tinoco (DEM), pediu celeridade na votação de um projeto de lei que regulamenta a atividade. A proposta foi apresentada por ele em 2014, na Câmara Municipal de Salvador, mas acabou estagnada desde 2017.

"Este é um esporte que vem crescendo de forma muito rápida e que tem um potencial incrível, mas é preciso haver equilíbrio com as outras atividades da praia e garantir mais segurança e disciplina para os usuários e para quem oferece a atividade", disse.

De acordo com Tinoco, a proposta prevê o cumprimento de normas de segurança que busquem risco zero para a prática, com fiscalização da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop).

Atualmente, as cidades do Rio de Janeiro e de Florianópolis são as únicas a terem regulamentação para o stand up paddle.

Notícias relacionadas