Cidade

Investigado na Operação Ross, Benito Gama é intimado a depor na PF 

A operação tem como base a delação premiada de executivos do grupo J&F

[Investigado na Operação Ross, Benito Gama é intimado a depor na PF ]
Foto : Wilson Dias/Agência Brasil

Por Alexandre Galvão no dia 11 de Dezembro de 2018 ⋅ 11:00

Deputado federal pela Bahia, Benito Gama (PTB) foi intimado a depor na Polícia Federal. O baiano é investigado na Operação Ross, deflagada hoje (11) pelas autoridades policiais. 

Além dele, também estão sendo intimados a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) e os senadores Antonio Anastasia (PSDB-MG) e José Agripino (DEM-RN). Datas, horários e locais não foram divulgados. A PF no Distrito Federal é responsável pelo caso. 

A operação tem como base a delação premiada de executivos do grupo J&F. Segundo as investigações, o senador Aécio (PSDB-MG), principal alvo, teria recebido R$ 109 milhões em propina entre os anos 2014 e 2017. O dinheiro era repassado por meio de notas frias emitidas por empresas indicadas pelo senador, segundo indícios apontados pelos investigadores. 

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou as diligências realizadas nesta terça-feira (11) pela Polícia Federal na Operação Ross. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em endereços do senador Aécio, eleito deputado federal. 

Marco Aurélio, porém, negou buscas nos imóveis de Benito, Maia e Cristiane Brasil e a imposição de recolhimento domiciliar que havia sido solicitada pela PF contra o senador do PSDB. O ministro acompanhou entendimento da Procuradoria-Geral da República (PGR), que não viu elementos suficientes para a medida.

Notícias relacionadas