Cidade

Morre Padre Pinto, em Salvador, aos 72 anos

O sacerdote se destacou por sua forte atuação comunitária e por revitalizar a Festa de Reis na Lapinha

[Morre Padre Pinto, em Salvador, aos 72 anos]
Foto : Divulgação

Por James Martins no dia 04 de Abril de 2019 ⋅ 19:13

Morreu nesta quinta-feira (4), em Salvador, o padre José de Souza Pinto, aos 72 anos. Segundo uma devota da Paróquia São Caetano da Divina Providência, onde o Padre Pinto vivia, "tudo aconteceu muito rápido" desde que ele foi internado no Hospital Jorge Valente. "Não temos detalhes ainda, estou meio perdida com a notícia", disse ela em conversa com o Metro1. 

Em novembro do ano passado, o sacerdote sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Padre, artista plástico e bailarino, José Pinto foi uma figura carismática e de forte atuação comunitária. Ele revitalizou a Festa de Reis da Lapinha ao fundar o Terno da Anunciação no início dos anos 1990. Em 2006, após uma apresentação considerada escandalosa por alguns membros da igreja, onde homenageou o orixá Oxum e os povos indígenas, o sacerdote se afastou da vida clerical e chegou a anunciar uma adesão ao candomblé. Reconciliado com a Igreja Católica, passou a integrar a Sociedade das Divinas Vocações, no bairro de São Caetano.

Como pintor, produziu uma série de quadros sobre a Guerra de Canudos, em homenagem a Antônio Conselheiro, que foi doada ao Instituto Popular Memorial de Canudos, onde encontra-se em exposição permanente. Além disso, expôs quadros na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia.

Em 2006, os cineastas baianos Daniel e Diego Lisboa filmaram "As Fitas Malditas do Padre Pinto", que permanece inédito. Com cenas chocantes e reveladoras, o longa-metragem só deve ser lançado em 2022. 

Notícias relacionadas