Cidade

'Não temos essa prerrogativa', diz Daniel Mota sobre proibir baleiros em ônibus

Determinação foi do vice-presidente do sindicato dos rodoviários, depois de motorista ser esfaqueado por baleiro com o qual teve desentendimento

['Não temos essa prerrogativa', diz Daniel Mota sobre proibir baleiros em ônibus]
Foto : Reprodução

Por Juliana Almirante no dia 05 de Abril de 2019 ⋅ 09:34

O diretor de imprensa do Sindicato dos Rodoviários, Daniel Mota, disse que, apesar da determinação do vice-presidente da entidade de proibir a entrada de baleiros nos ônibus da cidade, os trabalhadores não tem como impedir que eles acessem os coletivos. 

"Ontem o vice-presidente deu declaração dura de proibir a entrada de baleiros. Nós não temos essa prerrogativa de impedir a entrada dos baleiros, porque a porta de acessibilidade dos baleiros é de desembarque. Quando se abre a porta do desembarque, eles entram à força e não temos força de polícia para botar para descer. É caso de policia. Ontem estivemos no Gerc da Polícia Civil para tomar providência. O vice-presidente baixou essa deteminação, mas eu vejo com mais cautela", afirmou Daniel Mota, em entrevista à Rádio Metrópole.

Segundo ele, o motorista agredido com faca ontem foi o quinto rodoviário, no último ano, que sofreu violência no exercício da sua função. A vítima foi atendida em um hospital e já está em casa. 

Notícias relacionadas