Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Membros de religiões de matriz africana entram com representação no MP contra Marcelle Moraes

Grupo ainda planeja realizar um protesto na próxima segunda (15), em frente à Câmara Municipal

[Membros de religiões de matriz africana entram com representação no MP contra Marcelle Moraes]
Foto : Divulgação/CMS

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Abril de 2019 ⋅ 11:20

A Frente Nacional Makota Valdina, que reúne ativistas e representantes de religiões de matriz africana, afirmou hoje (11) que vai entrar com uma representação no Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) contra a vereadora Marcelle Moraes (PV) por desrespeitar a memória da educadora e líder religiosa Makota Valdina, falecida no último dia 19 de março.

Em sessão da Câmara Municipal de Salvador, no dia seguinte à morte, a edil causou mal estar ao aproveitar o minuto de silêncio em homenagem a Makota para lamentar a morte de uma 'rinoceronta'. Para o coletivo, o ato da vereadora foi uma forma de violência racial e desrespeito religioso.

O grupo ainda planeja realizar um protesto na próxima segunda (15), em frente à Câmara, contra a marginalização das religiões de matriz africana.

Notícias relacionadas