Cidade

'A esquerda continua a tratar de pautas secundárias e esquece do povo', diz Rodrigo Hita

Filiado ao PSB, presidente da Fundação Luís Eduardo Magalhães comenta possíveis candidatos à Prefeitura

['A esquerda continua a tratar de pautas secundárias e esquece do povo', diz Rodrigo Hita]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Metro1 no dia 06 de Novembro de 2019 ⋅ 20:00

Em entrevista ao Jornal da Cidade, da Rádio Metrópole, o presidente da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) e filiado ao PSB, Rodrigo Hita, comentou sobre o cenário político atual e as possíveis candidaturas à Prefeitura de Salvador.

Para ele, um caminho a ser tomado pela esquerda é focar menos em pautas secundárias e dar mais atenção à qualidade de vida do povo."Desde que Lula deixou a presidência, nós ficamos chatos, pois Lula liderava um projeto que tratava da vida do povo e nós da esquerda tratávamos de pautas secundárias. Quando Lula e Dilma saem e Temer assume, nós continuamos a tratar dessas pautas secundárias e esquecemos de tratar do povo. Rui (Costa) retoma um pouco essa pauta, ouvindo mais a população, e nós temos que ver o caminho disso", apontou.

Ele também comentou as possíveis candidaturas de seu partido à Prefeitura. "Guilherme Bellintani não se decidiu, mas Lídice é muito adepta da renovação e está disposta a abrir caminhos. Nós temos opções, temos Lídice, que está bem pontuada, temos Sílvio Humberto, que discute a candidatura negra. Se vier com Guilherme, ele vai ter que convencer o partido, como em qualquer partido. A gente defende a renovação da política, mas sem jogar fora as pessoas que já contribuíram tanto para o crescimento do país", disse Hita.

Sobre a saída de Pastor Sargento Isidório do partido, Rodrigo afirma que não foi uma expulsão. "Foi uma conversa muito franca, ele dizia que briga ele só procura para cima. Como ele gosta muito de Lídice, e ele teria que brigar com ela, já que as posições dele eram diferentes das do partido, ele preferiu sair", explicou.

Notícias relacionadas