Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Após acordo com MP-BA, dona de livraria flutuante divulga vídeo sobre intolerância religiosa

Termo foi firmado após repercussão de post no qual Salvador era citada como cidade onde as pessoas creem em "espíritos e demônios"

[Após acordo com MP-BA, dona de livraria flutuante divulga vídeo sobre intolerância religiosa]
Foto : Reprodução

Por Juliana Rodrigues no dia 27 de Novembro de 2019 ⋅ 12:00

A página do navio Logos Hope nas redes sociais publicou um vídeo sobre intolerância religiosa, cumprindo um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público da Bahia (MP-BA). O vídeo, narrado pela jornalista Rita Batista, será divulgado também nas emissoras locais (assista).

Ainda em cumprimento ao termo, um pedido de desculpas oficial foi publicado pela Operação Mobilização Brasil (OM Brasil), responsável pelo Logos Hope, em dois jornais impressos.

O acordo foi firmado com o MP-BA após a repercussão de um post feito pela OM nas redes sociais, perto da chegada do navio a Salvador, no qual a capital baiana era associada a "espíritos e demônios" (relembre).

A gravação apresenta falas de líderes de diferentes religiões na Bahia. A ialorixá Jaciara Ribeiro, do Ilê Abassá de Ogum, e Ana Gualberto, da organização Koinonia, representam as religiões de matriz africana. Também é citado que essas são as religiões mais discriminadas no Brasil.

 

Notícias relacionadas