Cidade

UFRB diz que está 'tomando medidas administrativas e jurídicas cabíveis' a caso de racismo

A instituição criou uma comissão para apurar as denúncias encaminhadas por estudantes e professores do Centro

[UFRB diz que está 'tomando medidas administrativas e jurídicas cabíveis' a caso de racismo]
Foto : Reprodução

Por João Brandão no dia 10 de Dezembro de 2019 ⋅ 21:00

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) manifestou, em nota, veemente repúdio às atitudes ofensivas do estudante do curso de Ciências Sociais, Danilo Araújo de Góis, para com a professora Isabel Cristina Ferreira dos Reis e outros estudantes do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), em Cachoeira, no Reconcavo baiano.

A instituição criou uma comissão para apurar as denúncias encaminhadas por estudantes e professores do Centro, que informam ter presenciado reiteradas manifestações de preconceito racial, de gênero e de homofobia por parte do estudante.

A UFRB informou que está tomando as medidas administrativas e jurídicas cabíveis ao caso, "de modo a contribuir com a apuração dos fatos ocorridos". "Após se recusar a receber uma avaliação das mãos da professora, o estudante foi denunciado pelos presentes por ato de preconceito racial, conforme vídeo veiculado em redes sociais", diz um trecho.

"A UFRB considera fundamental ao processo formativo na graduação e na pós-graduação o respeito às diferenças para constituir um ambiente de convívio saudável, sem discriminação. Ao mesmo tempo, a instituição manifesta solidariedade à professora e estudantes ofendidos no espaço da Universidade e reafirma seu compromisso em não deixar impunes atitudes desta natureza", completa nota.

Notícias relacionadas