Cidade

Coordenadora do Planserv reafirma dívida de R$ 38 mi do TJ-BA e pode renegociar restante

No entanto, Socorro amenizou e disse que Legislativo estadual baiano está cumprindo parte desse pagamento

[Coordenadora do Planserv reafirma dívida de R$ 38 mi do TJ-BA e pode renegociar restante]
Foto : Divulgação

Por João Brandão no dia 13 de Dezembro de 2019 ⋅ 19:56

 A coordenadora-geral do Planserv, Socorro Brito, em entrevista ao Metro1, reafirmou que a dívida do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) é de R$ 38 milhões por causa das correções monetárias e que, se quitar, pode renegociar o restante.

"Não sei quais são as bases que estão fazendo essas projeções. São valores apropriados com correção monetária. A gente contabiliza com o que a lei diz, que os valores não pagos, são aplicados a correção monetária", afirmou.

No entanto, Socorro amenizou e disse que Legislativo estadual baiano está cumprindo parte desse pagamento. "A gente tem buscando esse diálogo na construção de saldar esse restante. Relação está sendo de diálogo. Não deixa de passar assistência, desse relacionamento ser saudável”, ponderou.

A coordenadora-geral disse contou que pretende, se quitar os R$ 12 milhões – que é o que ela acredita –, renegociar as correções monetárias.

“Ele [TJ-BA] salda o débito, e a gente diminui do montante que ele tem pago e fica esse saldo que a gente vai ter renegociar, até que a gente chegue a denominador comum esse restante”, completou.

Notícias relacionadas