Cidade

MP recomenda distância mínima entre caixas de isopor de ambulantes

Espaço deve ser de 80 centímetros, de acordo com a recomendação do MP-BA

[MP recomenda distância mínima entre caixas de isopor de ambulantes]
Foto : Divulgação

Por Juliana Almirante no dia 23 de Fevereiro de 2020 ⋅ 10:35

Diante das reclamações sobre a obstrução das passagens entre a rua e a calçada nos circuitos do Carnaval de Salvador, o Ministério Público recomendou à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) a promover uma operação para adequar a distância entre as caixas de isopor utilizadas pelos vendedores ambulantes.

O documento foi entregue na tarde de sexta-feira (22) pelo promotor de Justiça Inocêncio de Carvalho ao secretário municipal Filipe Lucas e à equipe da secretaria. Procurada pelo Metro1, a Semop afirmou que a pasta "está equalizando o pleito do Ministério Público, em conjunto, com eles de maneira saudável".

A medida pretende garantir a circulação de pessoas nos circuitos e a segurança dos foliões e dos próprios ambulantes, além de prevenir acidentes e prejuízos aos próprios vendedores.

Segundo a recomendação do Ministério Público, a Semop deve ser garantir a distância mínima de 80 centímetros entre as caixas de isopor, conforme estabelece nota técnica da ABNT.

Notícias relacionadas