Cidade

Casos de HIV diagnosticados no Carnaval de Salvador aumentam quase 40% em 2020

No total, 245 pessoas tiveram diagnóstico positivo para ISTs nos postos montados em circuitos da folia

[Casos de HIV diagnosticados no Carnaval de Salvador aumentam quase 40% em 2020]
Foto : Bruno Concha/Secom

Por Juliana Rodrigues no dia 27 de Fevereiro de 2020 ⋅ 11:00

Nos seis dias oficiais do carnaval de Salvador, entre quinta (20) e terça (25), 245 pessoas foram diagnosticadas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s), pelo projeto "Fique Sabendo", promovido pela Secretaria Municipal da Saúde.

Desse total, 43 tiveram diagnóstico positivo para HIV, 187 para sífilis e 15 para hepatites B e C. O balanço geral deste ano tem três casos a menos do que o registrado em 2019. Por outro lado, o número de casos de HIV teve aumento expressivo, de 39,6%, já que foram 26 ocorrências no ano passado.

Os casos de sífilis tiveram diminuição de 9%: 187 testes positivos contra os 206 detectados no último ano. As hepatites tiveram redução de 50%. Ainda de acordo com a secretaria, 1.716 foliões fizeram os testes.

Os pacientes que tiveram diagnóstico positivo para sífilis iniciaram o tratamento ainda no circuito da folia. Já quem foi diagnosticado com outras IST's foi encaminhado para unidades de referência da prefeitura, para tratamento gratuito integral.

Notícias relacionadas