Cidade

OT Trans suspende contrato de rodoviários aposentados e em experiência

Trabalhadores ainda terão plano de saúde e tíquete alimentação (R$ 560)

[OT Trans suspende contrato de rodoviários aposentados e em experiência]
Foto : Daniel Brito / Metropress

Por Metro1 no dia 25 de Março de 2020 ⋅ 10:40

O Consórcio OT Trans, que opera os ônibus da cor verde em Salvador, anunciou ontem (24) a suspensão por quatro meses do contrato de trabalhadores contratados em janeiro deste ano e de aposentados que ainda estão na ativa. A informação é do jornal Correio.

A medida é reflexo da baixa demanda no transporte coletivo, gerada pelo isolamento social necessário à contenção da Covid-19. A empresa afirma que o tempo da suspensão pode ser reduzido ou adiantado, a depender da evolução da doença na sociedade. Os empregados com contrato suspenso ainda terão plano de saúde e tíquete alimentação (R$ 560).
Não se sabe ao certo quantos rodoviários tiveram os contratos suspensos: só de aposentados, são ao menos 136.

O Sindicato dos Rodoviários do Estado da Bahia informou que a suspensão foi acordada com a empresa, mas orientou aos trabalhadores que não sejam novatos nem aposentados a não assinarem qualquer suspensão de contrato. Procurado pelo jornal, o Consórcio OT Trans não se pronunciou.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps) informou que se pronunciará sobre o assunto nos próximos dias. As outras empresas que fazem parte do Consórcio Integra, Plataforma (linha amarela) e Salvador Norte (linha azul), também foram procuradas, mas não se pronunciaram.

Notícias relacionadas