Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Coelba suspende corte de energia por 90 dias

No entanto, clientes que tenham condições de pagar as contas devem honrar com seus compromissos para evitar a incidência de encargos

[Coelba suspende corte de energia por 90 dias]
Foto : Divulgação

Por Juliana Almirante no dia 26 de Março de 2020 ⋅ 11:00

Em alinhamento com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, a Coelba suspendeu o corte de energia na Bahia.

A medida atende mais de seis milhões de clientes e vale por 90 dias, conforme Resolução Normativa do órgão regulador, deliberada pela Diretoria da Aneel, na terça-feira (24). 

Apesar da suspensão excepcional, a Aneel solicita que os clientes que tiverem condições de pagar as contas honrem seus compromissos e, assim, evitem a incidência de encargos.

"A recomendação da agência reguladora reforça a importância do setor elétrico para a economia e para a arrecadação de recursos para a União e os Estados, que utilizam a verba para implementar políticas públicas e, neste momento, para combater ao coronavírus. A fatura de energia muitas vezes funciona como meio de arrecadação para hospitais e instituições beneficentes, que dependem desse recurso para continuar promovendo atendimentos", diz comunicado da Coelba

 

A distribuidora diz que vai manter equipes de prontidão trabalhando initerruptamente para assegurar o regular fornecimento de energia aos clientes. 

Devido à recomendação da Aneel para que as distribuidoras não devem realizar serviços presenciais, o envio de faturas de energia deverá ser efetuado por meios eletrônicos, como e-mails ou disponibilização de códigos de barras por aplicativos.

A Coelba orienta aos clientes que cadastrem ou atualizem seus endereços eletrônicos e peçam a modalidade de fatura por e-mail, em substituição à entrega presencial das contas impressas. 

A distribuidora também foi autorizada pela Aneel a fazer leituras de consumo por média aritmética, para evitar a exposição de leituristas e clientes ao vírus.

Outra opção é a realização da leitura e envio para a empresa pelo próprio consumidor, prática já adotada por alguns.

Notícias relacionadas