Cidade

Idosos e estudantes são 20% dos passageiros em Salvador durante pandemia, diz Fábio Mota

Secretário de Mobilidade faz apelo para que grupo de risco e quem pode ser considerado vetor do vírus tente ficar em casa

[Idosos e estudantes são 20% dos passageiros em Salvador durante pandemia, diz Fábio Mota]
Foto : Matheus Simoni/ Metropress

Por Juliana Almirante no dia 30 de Março de 2020 ⋅ 10:36

Os idosos, considerados grupos de risco, e os estudantes, que podem ser ventores de transmissão da Covid-19, correspondem a 20% dos passageiros de ônibus de Salvador durante a pandemia, de acordo com o secretário de Mobilidade de Salvador, Fábio Mota.

Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã de hoje (30), ele afirmou que normalmente, em dias de semana, eram transportados 1 milhão e 300 mil pessoas por dia nos coletivos. Agora, o número caiu para cerca de 300 mil.

"Ainda temos um índice alto, diante do que está sendo transportado, que chega a 20% desses 300 mil, então são 60 mil pessoas, entre idosos e estudantes. Eles deveriam estar em casa. Os idosos, por questões óbvias, e os estudantes, porque são os principais transmissores, já que muitos são assintomáticos e acabam passando para outras pessoas. Então o apelo que  a gente poderia fazer é que idosos e estudantes fiquem em casa, porque ainda estão andando muito de transporte público", destacou.

Apesar da recomendação aos estudantes e idosos, ele considera o resultado da redução de passageiros positivo, porque significa que a população está atendendo às autoridades de saúde locais e do mundo, inclusive aos finais de semana.

"No fim de semana, estamos rodando com frota de domingo. Ontem transportamos apenas 16% de um domingo normal, em Salvador. As pessoas estão atendendo o apelo e vendo que é melhor para todo mundo ficar em casa", disse.

Notícias relacionadas