Cidade

Neto pede que TJ-BA reavalie liberação de comércio na Pituba: ‘Precisa ser revista’

Neto comentou ainda a articulação que tem feito com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), seu adversário político, no combate à doença

[Neto pede que TJ-BA reavalie liberação de comércio na Pituba: ‘Precisa ser revista’]
Foto : Google Street View

Por Alexandre Galvão / Matheus Simoni no dia 13 de Maio de 2020 ⋅ 08:54

Após o Tribunal de Justiça liberar a abertura de empresa Tecnoservice na Pituba, através de liminar proferida pelo desembargador Baltazar Miranda, o prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou que irá conversar com o magistrado para tentar reverter a decisão. O bairro passa por intervenções que visam diminuir a taxa de transmissão do novo coronavírus. 

“Com todo respeito, é uma decisão que precisa ser revista. É uma loja de manutenção de equipamentos e material de informática, dessa natureza. Não temos como admitir aquela loja funcionando. […] O próprio fundamento do TJ, se prosperar, não se poderá fechar mais nada em lugar nenhum da cidade. O desembargador é um que a gente reputa que tenha discernimento a respeito dessa decisão e revê-la. A prefeitura está amparada em decisão do STF, que é órgão superior de Justiça, que estabeleceu que estados e municípios, prefeituras e governo, têm autonomia para deliberar sobre o funcionamento de atividades em seu território. Nem mesmo o presidente da República ou o governo federal podem interferir nessa autonomia. Essa decisão não se sustenta e precisa ser revista”, disse, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole

Neto comentou ainda a articulação que tem feito com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), seu adversário político. “Quando a eleição acontecer, cada um vai ao seu canto, defende sua posição e levanta sua bandeira. Mas qualquer divergência, nesse momento, deve ser deixada de lado. É preciso ter maturidade. Acho que estamos dando exemplo neste caso, que gostaria muito que fosse um exemplo extensivo ao presidente da República, mas infelizmente não está acontecendo”, constatou. 

Notícias relacionadas