Cidade

Rodoviários dizem que Neto não vê categoria como essencial e que projeto foi 'Ctrl C + Ctrl V'

A ação da prefeitura é para instalar barreiras físicas nos coletivos, com cortinas de plástico resistente e transparente, nos postos de trabalho de rodoviários

[Rodoviários dizem que Neto não vê categoria como essencial e que projeto foi 'Ctrl C + Ctrl V']
Foto : Divulgação

Por João Brandão no dia 20 de Maio de 2020 ⋅ 18:24

O porta-voz do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Fábio Primo, em entrevista hoje (20) à Rádio Metrópole, disse que o prefeito de Salvador, ACM Neto, não vê a categoria como serviço essencial e que ação do Executivo municipal para instalar barreiras físicas nos postos de trabalho de rodoviários é "Ctrl C + Ctrl V", fazendo referência a um comando no computador que copia e cola.

"Essa proteção ja tinhas sido solicitada na semana passada. Deram duas máscaras aos rodoviários é pouco. Pedimos no mínimo mais duas mascaras, aparelhos para medir a temperatura e testes rápidos de Covid-19 para a categoria", afirmou.

Primo criticou a decisão da prefeitura de não distribuir os testes para os rodoviários. "Queria lamentar, o prefeito poderia colocar parte dos testes rápidos para a categoria. O prefeito não nos vê como categoria essencial", pontuou.

Notícias relacionadas