Cidade

Idosa que acumulava 1,4 tonelada de lixo em casa no Calabar recebe assistência da prefeitura

Operação da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza para auxiliar Rosita dos Santos Silva, de 76 anos, teve apoio da Limpurb e da Base Comunitária da PM

[Idosa que acumulava 1,4 tonelada de lixo em casa no Calabar recebe assistência da prefeitura]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 31 de Maio de 2020 ⋅ 08:30

Uma operação da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) em parceria com a Limpurb, a Base Comunitária de Segurança do Calabar e a própria comunidade do bairro prestou auxílio a Rosita dos Santos Silva, de 76 anos, que acumulava 1,4 tonelada de lixo dentro da própria casa. A idosa receberá auxílio emergencial e foi referenciada no Centro de Referência e Assistência Social (Cras Federação), além de ganhar colchões, kit dormitório e kit higiene da Sempre.

A secretária Ana Paula Matos afirmou que a idosa continuará a ser acompanhada para que supere a situação de vulnerabilidade social. “Fundamental foi o envolvimento de toda a comunidade, o apoio da Polícia Militar e da Limburb para o sucesso dessa ação. É uma questão que envolve também a saúde, por isso ela será atendida pelo CAPS. Ela iniciará o tratamento e continuará sendo assistida pelas nossas equipes para que reconquiste, o mais breve possível, a sua autonomia”, disse.

A assistente social da Sempre, Ivana Ramos, detalhou como foi o trabalho com a idosa. “Primeiro, precisamos fazer o trabalho do convencimento. Tem todo o processo de ganhar a confiança para explicar para ela a necessidade de se desfazer de todo aquele material. Ela dormia em cima do lixo, em um papelão. Isso nos partiu o coração. A equipe da Limpurb teve muita dificuldade em acessar a casa por causa do volume de resíduos”, relatou.

A comandante da Base Comunitária de Segurança do Calabar, capitã Aline Muniz, contou que a PM visitou a idosa pela primeira vez na semana passada. “No nosso primeiro contato ela estava um pouco na defensiva, sem mostrar que estava disposta a mudar de vida. Aos poucos, ela foi percebendo que estávamos ali para ajudá-la”, disse.

Notícias relacionadas

[Vacina de Oxford contra a Covid-19 será testada em Salvador]
Cidade

Vacina de Oxford contra a Covid-19 será testada em Salvador

Por Kamille Martinho no dia 10 de Julho de 2020 ⋅ 17:20 em Cidade

Os 5 mil voluntários que serão selecionados devem ter entre 18 a 55 anos, pessoas que tenham uma alta exposição ao vírus, além de não terem sido contaminados até agora