Cidade

Badaró defende tratamentos específicos para pacientes com coronavírus

De acordo com o médico infectologista, existem três fases: fase virêmica, fase pulmonar e a fase grave

[Badaró defende tratamentos específicos para pacientes com coronavírus]
Foto : Reprodução/YouTube

Por Luciana Freire no dia 07 de Julho de 2020 ⋅ 08:09

O médico infectologista Roberto Badaró comentou o tratamento para a Covid-19 e estágios de resposta para pacientes. Segundo o especialista, a doença é complexa e o paciente deve "ser julgado no momento em que ele está, e tem uma terapêutica específica para isso. Então as pessoas não podem estar copiando [o tratamento]", para o médico, o método deve ser personalizado.

De acordo com Badaró, existem três fases: fase virêmica, fase pulmonar e a fase grave. Cada fase deve ter um tratamento específico.

"Temos que ter uma orientação já terapêutica para a fase em que o doente está, assim é possível evitar que os pacientes progrediram".  Dividindo sua atuação no tratamento da doença, o médico afirma já ter passado pelas três fases e que tem "interferido agressivamente com a combinação terapêutica”.

"Quero dizer às pessoas que procurem seus médicos peçam orientação específica, que definam em que fase eles estão", afirmou o médico em entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole hoje (7).

Badaró faz ainda um apelo para as famílias que lidam com um infectado em casa. O correto é o isolamento, mas após o fim do tratamento e os 14 dias de isolamento não existe mais transmissão e é possível voltar ao convívio normal. "Mas também não deve fazer a política da irresponsabilidade e andar sem máscara. Deve continuar se protegendo e mantendo as regras de distanciamento social. Mesmo sendo ele uma pessoa que não vai mais adquirir, porque ainda não sabemos bem sobre a reinfecção.", concluiu.

Notícias relacionadas