Cidade

Após sucesso no Instagram, pesquisador lança site sobre Tropicalismo com área de estudo gratuita

A ideia do perfil surgiu dentro de uma sala de aula da Universidade Federal da Bahia através de uma troca de conteúdos com uma professora

[Após sucesso no Instagram, pesquisador lança site sobre Tropicalismo com área de estudo gratuita]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 07 de Agosto de 2020 ⋅ 16:31

O que era um projeto de compartilhamento íntimo acabou furando a tradicional “bolha”. Ao criar uma conta no Instagram chamada “Tropicália Viva”, em 2017, para difundir conteúdos sobre o movimento tropicalista, o pesquisador Felipe Caetano não imaginava que Caetano Veloso seria um dos seus primeiros seguidores.

A ideia do perfil surgiu dentro de uma sala de aula da Universidade Federal da Bahia através de uma troca de conteúdos com uma professora. “Tudo começou em aula de ‘Ação Artística’, da professora Marilda Santanna, quando ela observou que eu tinha domínio e vontade de aprender ainda mais sobre o tema. Ela me convidou a propor para a disciplina e eu pensei em criar um local onde pudesse compartilhar dados com meus colegas. Era algo pequeno até o dia que dei de cara com o Caetano Veloso seguindo o perfil e compartilhando os conteúdos”, conta Felipe.

Logo depois do Caetano Veloso, foi a vez da cantora Gal Costa difundir o que era produzido por Felipe na @tropicaliaviva, o que aumentou ainda mais o público do perfil. “A partir dos compartilhamentos deles, muitos artistas passaram a procurar a ‘Tropicália Viva’ para divulgar trabalhos influenciados pelo movimento, o que fez o perfil furar a bolha inicial e alcançar gente de todo o Brasil”, continua Felipe.

Em agosto, o “Tropicália Viva” alcançou quarenta mil seguidores no Instagram e outros 20 mil em seu perfil no Facebook. Para comemorar o feito, Felipe lançou, neste sábado (8), o site tropicaliaviva.com, que será voltado para seguidores e pessoas interessadas na Tropicália. Dentro do site colaborativo, há uma galeria virtual para artistas plásticos e ilustradores, um palco virtual para músicos, atores e poetas, além de um blog onde Felipe vai reunir textos, notícias e reflexões sobre a Tropicália.

A estreia do palco virtual será com trechos do espetáculo “Tropicália é Preciso”, do cantor curitibano FaBianoMedeiros e a galeria vai ser iniciada com obras de João Salomão, Maria Carolina Marchi, Matheus Miguel (Poesia nas Estrelas), Tayna Ribeiro e Cris Vector (que despontou nas redes sociais com imagens de cunho político).

Em homenagem a Tom Zé, o site também terá uma área chamada “Estudando a Tropicália”, 100% gratuita, com aulas e materiais disponibilizados por pesquisadores como Rubens Beghini e Paulo Henrique Moura.

“O site veio quando entendi que todo o material que recebia de colaboradores não podia ficar restrito às redes sociais. É um conteúdo vasto que não merece se perder entre tantas postagens. Contei com a ajuda de muita gente legal de todo o Brasil e até de outros países para colocar no ar e ele será extremamente colaborativo, assim como foi o movimento tropicalista”, concluiu Felipe Caetano.

O site é o primeiro colaborativo sobre as ressonâncias tropicalistas e recebeu o apoio de Ana de Oliveira, pioneira em divulgar os estudos relacionados a Tropicália na internet. O tropicaliaviva.com foi desenvolvido por Felipe ao lado do publicitário Bruno Rocha.

Notícias relacionadas

[Antigo Alagados inaugura projeto piloto 'Bike Comunidade']
Cidade

Antigo Alagados inaugura projeto piloto 'Bike Comunidade'

Por João Brandão no dia 23 de Setembro de 2020 ⋅ 20:25 em Cidade

Além de um ponto para realizar empréstimos a população da comunidade, o local onde foi instalado o "Bike Comunidade" também servirá como ponto estratégico para realização...