Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cultura

Na Flica, governador destaca investimento em cultura apesar da \"crise\"

Rui Costa destacou os investimentos do Governo do Estado na cultura apesar da crise financeira enfrentada pelo Brasil durante a abertura da 7ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), realizada nesta quinta-feira (5), no Claustro do Convento do Carmo. [Leia mais...]

[Na Flica, governador destaca investimento em cultura apesar da \
Foto : Camila Souza/ GOVBA

Por Luiza Leão no dia 05 de Outubro de 2017 ⋅ 16:28

Rui Costa destacou os investimentos do Governo do Estado na cultura apesar da crise financeira enfrentada pelo Brasil durante a abertura da 7ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), realizada nesta quinta-feira (5), no Claustro do Convento do Carmo. Na solenidade, estiveram presentes a primeira-dama e presidente das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), Aline Peixoto, a secretária de Cultura do Estado, Arany Santana, a secretária de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis, e os secretários de Turismo e de Comunicação Social, José Alves Peixoto e André Curvello. As duas filhas mais novas do governador, Malu e Marina, também acompanharam o pai na cerimônia.

\"A nossa existência é estruturada pelo que se denomina cultura. Portanto, temos que aplicar recursos para que a nossa identidade seja demonstrada através de diversas linguagens. Por isso, o apoio total do Governo do Estado, mesmo em um momento de crise. Com toda dificuldade, estamos conseguindo manter os investimentos em cultura\", declarou o governador.

A Flica acontece até o próximo domingo (8) e movimenta o Recôncavo Baiano com influentes nomes da literatura nacional e internacional, oferecendo programação para adultos e também para as crianças.

\"A Flica não é uma festa apenas de Cachoeira. Ela é do Recôncavo e da Bahia. A força da criatividade do povo baiano se mostra nessa festa literária. Serão dias de sucesso, não somente para adultos, mas para as crianças também, para que elas possam desenvolver o gosto pela arte, pela história e pela cultura\", destacou Rui.

Notícias relacionadas