Quarta-feira, 23 de junho de 2021

Cultura

ʹParece que o axé parou de produzirʹ, provoca o sertanejo Daniel Vieira

Segundo o artista, os "principais compositores baianos atuais", como Bruno Caliman, Thierry, Magno Santana, Rafinha e Escandurras, escrevem somente para o sertanejo. [Leia mais...]

ʹParece que o axé parou de produzirʹ, provoca o sertanejo Daniel Vieira

Foto: Matheus Simoni/ Metropress

Por: Clara Rellstab no dia 15 de março de 2018 às 17:36

O sertanejo Daniel Vieira comentou a disputa entre os gêneros Axé e Sertanejo na música nacional, em entrevista à Rádio Metrópole.

"O axé sempre reinou sozinho e agora divide o reinado, não tem isso de perder ou ganhar. A linguagem do sertanejo é mais voltada para o cotidiano, para o que o jovem está passando", explicou.

Segundo o artista, os "principais compositores baianos atuais", como Bruno Caliman, Thierry, Magno Santana, Rafinha e Escandurras, escrevem somente para o sertanejo: "Poderiam estar compondo para o axé, mas parece que o axé parou de produzir".

A falta de novidade do gênero baiano foi um dos motivos apontados por Vieira para a estagnação do estilo. "Cadê a produção do axé? Eu que sou uma banda pequena, estou preocupado em lançar uma música de três em três meses. Talvez a galera do axé esteja em um passo diferente do meu", provocou.

ʹParece que o axé parou de produzirʹ, provoca o sertanejo Daniel Vieira - Metro 1