Cultura

Armandinho revela ter sido agredido por tocar Hino do Bahia: ‘Tive epicondilite lateral’

Torcedor do Vitória não gostou de ouvir canção do rival e admitiu que quase quebra a mão do músico propositalmente

[Armandinho revela ter sido agredido por tocar Hino do Bahia: ‘Tive epicondilite lateral’]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Marina Hortélio / Evilásio Júnior no dia 21 de Setembro de 2018 ⋅ 18:40

O músico Armandinho Macedo revelou, em entrevista ao Jornal da Cidade 2ª Edição, da Rádio Metrópole, ter sido agredido por um torcedor do Vitória após um show, apenas porque tocou o Hino do Bahia instrumental – já tradicional em seu repertório.

“O cara veio reclamar porque eu toquei o hino do Bahia. Apertou minha mão de um jeito que eu tive epicondilite lateral”, contou. O compositor disse ainda que reencontrou o homem, após o incidente, e ele admitiu que a agressão era proposital. “Eu falei ‘rapaz, quase que você quebrou meu dedo’. Ele disse ‘é para quebrar a sua mão para você não tocar mais essa música’”, relembrou.

Segundo Armandinho, tempos atrás, a rivalidade entre tricolores e rubro-negros chegou não era tão incisiva. “Ali estavam Vitória e Bahia, todo mundo gritando, não tinha essa disputa que tem hoje. Não era assim. A gente passava na Avenida Sete e tinha a torcida do Bahia e do Vitória toda junta”, contou o artista.

Ele disse ainda que, inicialmente, a marcha do Esquadrão executada na guitarra baiana era usada para testar o alcance do som. “A gente tocava o Hino do Bahia para ver até onde neguinho gritava”, brincou.

Veja aqui a entrevista completa:

Notícias relacionadas