Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Cultura

'Brasil: ame-o ou deixe-o' foi um equívoco, admite SBT 

O slogan surgiu durante o governo de Emílio Garrastazu Médici, entre 1969 e 1974, período marcado pela forte repressão

'Brasil: ame-o ou deixe-o' foi um equívoco, admite SBT 

Foto: Divulgação

Por: Alexandre Galvão no dia 07 de novembro de 2018 às 08:00

A campanha do SBT que usou um slogan da ditadura militar foi "um equívoco", de acordo com a emissora. 

Ontem (6), telespectadores assistiram a imagens que mostravam pontos turísticos do Brasil e a mensagem "Brasil: Ame-o ou Deixe-o". 

O slogan surgiu durante o governo de Emílio Garrastazu Médici, entre 1969 e 1974, período marcado pela forte repressão e que ficou conhecido como "Anos de Chumbo", em que os governantes tinham o poder de punir arbitrariamente os opositores do regime.

Durante o governo Médici, 98 pessoas foram mortas por motivações políticas, segundo a CNV (Comissão Nacional da Verdade). No total, 180 presos políticos foram assassinados durante a Ditadura Militar.

'Brasil: ame-o ou deixe-o' foi um equívoco, admite SBT  - Metro 1