Cultura

Daniel Boaventura fala de sucesso na Rússia e anuncia live do Dia dos Namorados

Também impacto pela Covid-19, artista já fez uma live, no dia que antecedeu o Dia das Mães, e pretende realizar outra, mas agora para comemorar o dia dos namorados, que acontece no dia 12 de junho

[Daniel Boaventura fala de sucesso na Rússia e anuncia live do Dia dos Namorados]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Maio de 2020 ⋅ 13:32

O cantor Daniel Boaventura, que nasceu em Salvador é filho do fundador da Universidade Estadual da Bahia, Edivaldo Boaventura, falou do sucesso que faz na Rússia cantando músicas do Brasil. Hoje (21), em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, ele narrou como a relação com o país nasceu. 

“Em 2018 eu regravei ‘Besame mucho’, com produção de André Vasconcelos, que é uma versão meio bossa nova. A direção da Orquesta Filarmônica Russa viu no Youtube e me convidou. Eles queriam um show com meu repertório. Falei com a minha então gravadora para fazer um DVD e levei minha equipe para a Rússia, com -17ºc. Conseguimos uma interação muito interessante, muito orgulho dizer que fomos com profissionalismo”, narrou.

Daniel teria em março mais duas apresentações no país, mas elas foram canceladas em decorrência da pandemia do coronavírus. “Voltaria em março para fazer dois shows. No ensaio, no dia 11, a diretoria me chamou e disse que ia cancelar. Estavam começando com uma suspeita de epidemia. Fiquei mais tempo no avião do que em Moscou. Vamos ver como vai ser o ano que vem. O que aconteceu lá com minha carreira foi uma reverberação do que aconteceu aqui no Brasil”, acredita.

O artista, também impacto pela Covid-19, já fez uma live, no dia que antecedeu o Dia das Mães, e pretende realizar outra, mas agora para comemorar o dia dos namorados, que acontece no dia 12 de junho. 

“Estamos criando meios de nos mantermos ativos e vistos e contato com nosso público. Recentemente, fiz a live do Dia das Mães, que foi maravilhosa. Em show de quase 2h30, quem quisesse entrar fazia doações para o Hospital de Amor. Foi tão legal que vou fazer outra, dia 11 de junho, véspera do Dia dos Namorados, com repertório só com Frank Sinatra. Estou começando a estudar o repertório e é isso, a gente tem que criar novas maneiras de encarar o isolamento”, declarou. 

Amigo pessoal de Mário Kertész, que mantinha estreita relação com seu pai, Daniel lembrou da trajetória do professo Edivaldo. “Os orientandos dele eram como se fossem filhos. Conversar com você era um deleite para ele, uma delícia. Que bom lembrar dele com você”. Daniel lamentou ainda a morte de Eulina Kruschsvki, que aconteceu ontem (20), em decorrência de um acidente doméstico. “Ontem nos despedimos de Eulina, esposa de Gabino, grande pessoa. Sou amigo-irmão do Eugênio, do irmão, de Maria e Lara. Mas foi um grande choque. Uma mulher ativa. Fica aqui o meu registro”.

Notícias relacionadas

[Cantora Vanusa morre aos 73 anos em Santos]
Cultura

Cantora Vanusa morre aos 73 anos em Santos

Por Luciana Freire no dia 08 de Novembro de 2020 ⋅ 08:21 em Cultura

Em setembro e outubro, Vanusa esteve internada no Complexo Hospitalar dos Estivadores, em Santos, por causa de um quadro grave de pneumonia