Cultura

#SOSVelhoEspanha: lendário bar dos Barris faz vaquinha para pagar despesas; saiba como ajudar

Em atividade desde 1918, espaço que abriga diversos eventos culturais tem funcionamento ameaçado em meio à pandemia

[#SOSVelhoEspanha: lendário bar dos Barris faz vaquinha para pagar despesas; saiba como ajudar]
Foto : Amanda Nascto / Divulgação

Por Juliana Rodrigues no dia 07 de Agosto de 2020 ⋅ 08:20

As mudanças e restrições provocadas pela pandemia de coronavírus ameaçam o funcionamento de um centenário reduto intelectual e cultural de Salvador. O Velho Espanha Bar e Cultura anunciou, em postagem nas redes sociais, na última segunda (3), que enfrenta dificuldades financeiras, quatro meses após o fechamento das portas estabelecido por decreto municipal. O espaço localizado nos Barris, que dá continuidade ao lendário Armazém Espanha, fundado em 1918, abrigou diversos eventos culturais desde 2017. No entanto, a rica programação, que inclui desde debates e saraus a exibições de jogos de futebol, pode não voltar a acontecer com a reabertura.

Segundo Arthur Daltro, um dos sócios do estabelecimento, a manutenção do Velho Espanha em atividade durante esse período foi um ato de resistência. "Sentimos a ameaça real de não conseguir mais pagar o salário das duas únicas colaboradoras que estão em exercício. Foi quando dividimos a situação nas redes sociais", afirmou, em entrevista ao Metro1. Após a postagem, Daltro e a sócia Uiara Araújo puseram em prática a sugestão de começar uma campanha de financiamento coletivo, chamada #SOSVelhoEspanha (saiba como ajudar abaixo). "A ideia é arrecadar fundos que serão destinados às despesas mais urgentes, de manutenção do prédio, verbas trabalhistas e aluguel em atraso", explicou Uiara.

Foto: Amanda Nascto/Divulgação

As ligações do Velho Espanha com a cultura, inclusive, surgem como uma nova luz em meio à dificuldade. De acordo com Daltro, artistas e bandas da Bahia se prontificaram a dar suporte ao espaço que já foi frequentado por nomes ilustres, como os cineastas Glauber Rocha e André Setaro, devidamente homenageados em quadros na parede. Uma das alternativas é a realização de uma live para arrecadar recursos. "Nós recebemos o apoio de muitos artistas parceiros, que já se apresentaram no Velho Espanha. As bandas Vitrola Baiana e Suinga se prontificaram a participar de uma live. Mas também recebemos mensagens de outros amigos artistas, como Carlos Prazeres, Filipe Lorenzo e Carlos Pronzato", afirmou. Uiara acrescenta: "Estamos avaliando a ideia de uma live, mas para realizar com uma qualidade mínima, precisamos investir uma quantia também razoável em internet, vídeo e som, de que não dispomos nesse momento. Mas adoraríamos fazer, claro".

O Velho Espanha segue atendendo aos clientes através do sistema de delivery, mas os sócios relatam que a demanda tem caído nos últimos meses. A reabertura das atividades de bares e restaurantes parece cada vez mais próxima, com a estabilização das taxas de ocupação de leitos de UTI na capital abaixo de 70%. Ainda assim, Daltro e Uiara veem a situação como incerta e pretendem ouvir o público antes de tomar decisões sobre a retomada. "A inexistência de um horizonte dificulta todas as projeções possíveis. O Velho Espanha sempre teve uma perspectiva coletiva e de preocupação com o outro. A avaliação que fazemos é que ainda há muito risco de transmissão na convivência social, mesmo com todas as limitações. Estamos trabalhando cada vez mais com a perspectiva do virtual, mas o que queremos mesmo é ter condições de voltar a operar presencialmente e em segurança", pontua Uiara. 

Localizado na rua General Labatut, nos Barris, o antigo Armazém Espanha comercializava utensílios para famílias tradicionais do bairro. Durante 92 anos, o espaço foi comandado pela família Mendez Pineiro, até ser vendido por José Luiz Mendez Pineiro, ou simplesmente Seu Zé. Cinco anos depois, em 2017, o bar foi reinaugurado e se tornou a casa de eventos como o Sarau Som das Sílabas, além de receber rodas de chorinho, debates e shows de artistas independentes. O Velho Espanha Bar e Cultura também é conhecido por exibir partidas do futebol baiano, sempre em clima animado.

Veja como contribuir com o Velho Espanha Bar e Cultura:

CNPJ 28.079.156/0001-29
CAIXA (Banco 104) - Ag. 0991 Op. 003 Conta 3498-7
Itaú (Banco 341) - Ag. 0129 Conta 48.079-4
Vakinha (clique aqui)

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Amigas e amigos, ? desde o início do projeto Velho Espanha, há 3 anos, a nossa perspectiva de espaço foi direcionada a ser a de um bar inclusivo, democrático e participativo. E o Velho Espanha vem construindo ao longo dos anos, uma relação de amizade, confiança e verdade com vocês, que nos obriga a compartilhar agora que as coisas não vão bem. Hoje completamos 4 meses e 8 dias desde o fechamento das portas. E não está nada fácil. A gente tem tentado de tudo. Temos usado como podemos nossas redes sociais, com campanhas, promoções, cardápio novo... mas que não funcionam a contento. O delivery é uma ferramenta que nunca funcionou bem, jamais conseguimos atingir 10% do faturamento do mês equivalente anterior. É uma realidade de vários outros bares e restaurantes de Salvador: as vendas vêm caindo dia-a-dia. No campo do pessoal, fomos forçados a adotar medidas muito custosas e hoje chegamos ao número extremo de 2 colaboradoras em exercício. Mesmo tendo buscado diversos bancos, não conseguimos apoio. Mesmo sendo uma empresa que sempre gozou de solidez financeira, não chega a ajuda. Ainda aguardamos retorno de 2 instituições financeiras, mas os poderes públicos são silentes. Nem União, nem Estado e nem Município alcançam o pequeno empresário. E nós, enfim, estamos chegando numa situação insustentável, que é a ameaça de descumprir a mais primordial das nossas obrigações, que é para com a remuneração das trabalhadoras do bar. Aqui, talvez tenhamos encontrado o nosso limite e é onde nós não vamos nos permitir chegar. ? Estamos estudando os próximos passos, mas mesmo sem uma decisão definitiva, em respeito ao carinho que nutrem pelo Velho Espanha, resolvemos compartilhar com vocês que sempre estiveram ao nosso lado. Temos muito orgulho da história que vimos construindo, a muitas mãos, pelas mãos de todas e todos nós. Ainda nos resta bastante energia para lutar pela sobrevivência do Bar do Espanha. 102 anos de história não são 102 dias, afinal. Mas infelizmente sabemos que a inexistência de horizonte, nesse momento, é um fato que não depende de nós. Talvez passe e seja rápido. Talvez não. Atentes e fortes, Uiara e Arthur. #VelhoEspanha #SOSVelhoEspanha

Uma publicação compartilhada por Velho Espanha (@velhoespanha) em

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#SOSVelhoEspanha Financiamento Coletivo! ❤️?Atendendo as sugestões levantadas no post anterior, no qual tratamos da atual situação do #VelhoEspanha, lançamos hoje uma campanha de financiamento coletivo, para arrecadar fundos para manter nosso bar em funcionamento. O valor arrecadado será utilizado integralmente para pagamento de salários, aluguel e custos fixos de manutenção do prédio. Palavras não podem alcançar nossa gratidão, amigas e amigos! Muito, muito, muito obrigada! Quando tudo isso passar, será um prazer retribuir toda a gentileza, convidando vocês para um samba daqueles, como a gente bem sabe fazer! ✊?? Formas de doação: 1️⃣ Transferência Conta (crédito imediato) Velho Espanha Bar e Cultura - CNPJ 28.079.156/0001-29 ? CAIXA (Banco 104) Ag. 0991 Op. 003 Conta 3498-7 ? Itaú (Banco 341) Ag. 0129 Conta 48.079-4 2️⃣ Vaquinha Virtual (crédito 14 dias após o fim da campanha) https://vaka.me/1262079 (link na bio) As contrapartidas às doações estão detalhadas nos comentários! ? Dúvidas? Mande sua mensagem para  (71) 987496995, ou chama a gente por aqui! Obrigado, gente! ? #BarECultura #BarCentenario #FiqueEmCasa #SePuder #Gratidão

Uma publicação compartilhada por Velho Espanha (@velhoespanha) em

Notícias relacionadas