Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Em um ano, 11,5 milhões perderam emprego no setor privado, mas setor público seguiu contratando

Número reflete efeitos da pandemia de coronavírus

[Em um ano, 11,5 milhões perderam emprego no setor privado, mas setor público seguiu contratando]
Foto : Pedro Ventura / Agência Brasília

Por Juliana Rodrigues no dia 27 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:20

Entre os meses de setembro de 2019 e de 2020, 11,5 milhões de brasileiros saíram da população ocupada no setor privado, segundo um levantamento realizado pela consultoria IDados, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Trimestral. O dado representa um recorde e reflete os efeitos da pandemia de coronavírus. Na contramão, nesse mesmo período, o setor público criou 145,4 mil postos de trabalho.

O Brasil tinha um total de 70,6 milhões de trabalhadores que atuavam no setor privado em setembro do ano passado, incluindo formais, informais, empregadores, conta própria, entre outros. Já no setor público, eram 11,8 milhões. Em 2019, eram 82,1 milhões no setor privado e 11,7 no setor público.

Notícias relacionadas