Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Sem Orçamento de 2021, repasse de mais de 73% de verba ao Fundeb corre risco de atrasar

Previsão foi feita pela Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão vinculado ao Senado e criado para fiscalizar as contas públicas

[Sem Orçamento de 2021, repasse de mais de 73% de verba ao Fundeb corre risco de atrasar ]
Foto : Freepik/Jcomp

Por Adele Robichez no dia 05 de Fevereiro de 2021 ⋅ 11:00

Com a demora do Congresso Nacional para aprovar o Orçamento de 2021, o repasse de mais de 73% valor que o governo federal tem que transferir para o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) este ano, corre o risco de atrasar. A previsão foi feita pela Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão vinculado ao Senado e criado para fiscalizar as contas públicas.

A destinação de R$ 14,4 bilhões do total de R$ 19,6 bilhões que devem ser destinados ao Fundeb só pode ocorrer após a aprovação do Orçamento de 2021 pelo Congresso.

Geralmente o plano orçamentário é aprovado no ano anterior, mas um impasse político da formação da Comissão Mista de Orçamento causou a postergação da votação para este ano.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), estabeleceu, na última terça-feira (2), o prazo para a votação do projeto de da LOA de 2021 até março.

Notícias relacionadas