METROPOLE

Sábado, 15 de maio de 2021

Economia

Após intervenção de Bolsonaro na Petrobras, Ibovespa fecha em queda de 4,87%

Apesar disso, após cair 21% ontem (22), as ações da Bolsa de Nova York da estatal subiram 3,65% hoje (23)

Após intervenção de Bolsonaro na Petrobras, Ibovespa fecha em queda de 4,87%

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por: Adele Robichez no dia 23 de fevereiro de 2021 às 11:20

O Ibovespa fechou ontem (22) em queda de 4,87%, a 112.667 pontos, por conta do temor de uma maior interferência na gestão das estatais e pela dúvida quanto a agenda liberal do governo do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). No Brasil, as ações ordinárias (PETR3) caíram 20,48%, a R$ 21,55 ontem (22) e as preferenciais (PETR4), 21,51%, a R$21,45.

Em apenas dois pregões, a Petrobras já perdeu R$ 100 bilhões em valor de mercado. A companhia saiu de um patamar de R$ 383 bilhões no fechamento da última quinta-feira (18), logo antes do estouro da crise, e passou de sexta (19) para ontem (22) a ser negociada a R$ 283 bilhões, o que representa um tombo de 25% em seu valor de mercado.

No mesmo dia da primeira sessão da queda das ações, na sexta-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna para assumir a presidência da estatal, após a saída de Roberto Castello Branco. 

Apesar disso, após a queda de 21% nas ações da Bolsa de Nova York ontem (22), a Petrobras registrou alta acima de 3% hoje (23), o que indica um dia de leve recuperação dos papéis da estatal.

As ADRs (Recibos de Depósitos) da empresa subiram 3,65%, a US$ 3,23 por volta das 9h. Os preços do petróleo subiram quase 1% também hoje (23), reflexo da expectativa de afrouxamento das restrições de enfrentamento ao coronavírus no mundo, perspectivas econômicas positivas e menor oferta nos Estados Unidos.

TV METRO

Entrevistas

Alice Portugal

Em 14 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Após intervenção de Bolsonaro na Petrobras, Ibovespa fecha em queda de 4,87% - Metro 1