Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Com cortes em despesas obrigatórias, Orçamento de 2021 amplia programas ligados ao bolsonarismo

Áreas como segurança pública, proteção à vida e fortalecimento da família, defesa nacional e desenvolvimento regional terão mais verbas

[Com cortes em despesas obrigatórias, Orçamento de 2021 amplia programas ligados ao bolsonarismo]
Foto : Isac Nóbrega/PR

Por Adele Robichez no dia 05 de Abril de 2021 ⋅ 12:00

O orçamento de 2021, aprovado pelo Congresso, destinou mais verbas a programas ligados ao bolsonarismo em meio à insuficiência de recursos para despesas obrigatórias e prestação de serviços públicos.
 
As áreas como segurança pública, proteção à vida e fortalecimento da família, defesa nacional e desenvolvimento regional, que cuida de obras, foram ampliadas no Orçamento. A última faz parte da estratégia do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) que visa a reeleição em 2022 com projetos regionais de infraestrutura.
 
O plano de gastos para 2021 ainda retirou dinheiro de despesas obrigatórias, como aposentadorias e demais benefícios previdenciários, de recursos para programas antagônicos ao bolsonarismo, de projetos de conservação e uso sustentável da biodiversidade dos recursos naturais e de inserção econômica internacional.

Notícias relacionadas