Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 14 de junho de 2024

Home

/

Notícias

/

Economia

/

Haddad vai ao Vaticano em busca de apoio do papa à proposta de taxação dos super-ricos

Economia

Haddad vai ao Vaticano em busca de apoio do papa à proposta de taxação dos super-ricos

A ideia é um dos principais tópicos da presidência do Brasil no G20, neste ano de 2024

Haddad vai ao Vaticano em busca de apoio do papa à proposta de taxação dos super-ricos

Foto: Lula Marques/Agência Brasil

Por: Metro1 no dia 28 de maio de 2024 às 11:40

Atualizado: no dia 28 de maio de 2024 às 13:03

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, irá defender a proposta de taxação dos super-ricos no Vaticano na próxima semana. Entre as atividades da agenda, Haddad irá participar do workshop “Enfrentando a crise da dívida no Sul Global”, promovido pela Pontifícia Academia de Ciências Sociais, braço de estudos da Santa Sé. 

Além disso, existe uma negociação em andamento para uma possível audiência entre o ministro e o papa Francisco, na tentativa de receber aprovação da autoridade da Igreja Católica à tributação dos milionários. Uma declaração pública do pontífice a favor da proposta seria crucial para auxiliar Haddad a propagar a mensagem à opinião pública geral. 

A proposta é um dos principais tópicos da presidência do Brasil no G20, neste ano de 2024. Recentemente, França, Espanha, África do Sul e países latino-americanos manifestaram apoio à ideia, que consiste na criação de um sistema tributário internacional. Os impostos corporativos internacionais teriam alíquota de 20%, e seria constituído um fundo complementado com a taxação da riqueza dos super-ricos.

A ideia está sendo desenvolvida pelos economistas Gabriel Zucman e a prêmio Nobel de Economia Esther Duflo. O fundo teria US$ 500 bilhões, recursos que seriam canalizados para projetos socioambientais, visando combater a pobreza e as mudanças climáticas.