Economia

Saques do FGTS: mais de 1 milhão de pessoas ainda não realizaram procedimento

Dados da Caixa Econômica Federal indicaram que, mais de 1 milhão de pessoas nascidas em janeiro e fevereiro ainda não realizaram o saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A informação foi divulgada no último sábado (8) pelo presidente do banco, Gilberto Occhi. [Leia mais...]

[Saques do FGTS: mais de 1 milhão de pessoas ainda não realizaram procedimento ]
Foto : Reprodução/Agência Brasil

Por Gabriel Nascimento no dia 09 de Abril de 2017 ⋅ 08:21

Dados da Caixa Econômica Federal indicaram que, mais de 1 milhão de pessoas nascidas em janeiro e fevereiro ainda não realizaram o saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A informação foi divulgada no último sábado (8) pelo presidente do banco, Gilberto Occhi. No mesmo dia, a segunda rodada de saques para quem nasceu em março, abril e maio foi iniciada.

Vinte agências da Caixa em Salvador ficaram abertas no sábado (8) para atender os beneficiários, que enfrentaram filas. As unidades continuam funcionando em horário especial, das 9h às 15h para atender os trabalhadores na próxima segunda-feira (10). Na Bahia, 216,5 mil trabalhadores têm direito ao benefício. Ao todo, são R$ 238,4 milhões em contas inativas.

Ainda segundo a Caixa, o trabalhador que tiver até R$ 1,5 mil, pode efetuar o saque pelo caixa eletrônico com o cartão cidadão. Até R$ 3 mil deve procurar o atendimento em uma casa lotérica. Acima deste valor, o atendimento deve ser nas agências.

 

Notícias relacionadas

[Dólar sobe e é vendido a R$ 5,26]
Economia

Dólar sobe e é vendido a R$ 5,26

Por Luciana Freire no dia 02 de Abril de 2020 ⋅ 21:00 em Economia

Ibovespa teve alta em sessão marcada pelos mercados globais do petróleo voláteis

[Bolsas da Europa fecham em queda]
Economia

Bolsas da Europa fecham em queda

Por Luciana Freire no dia 01 de Abril de 2020 ⋅ 17:40 em Economia

As ações de bancos estiveram entre os piores desempenhos, uma vez que suspenderam o pagamento de dividendos