Economia

Após avanço do PIB, economistas veem alta de até 1% em 2017

Com os dados divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apontam um avanço de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) no 2º trimestre de 2017, alguns economistas, de acordo com o jornal Folha de São Paulo, começam a corrigir para cima as previsões para 2017. [Leia mais...]

[Após avanço do PIB, economistas veem alta de até 1% em 2017]
Foto : Agência Brasil

Por Paloma Morais no dia 01 de Setembro de 2017 ⋅ 18:10

Com os dados divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apontam um avanço de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) no 2º trimestre de 2017, alguns economistas, de acordo com o jornal Folha de São Paulo, começam a corrigir para cima as previsões para 2017. Antes, era esperado que a atividade econômica neste ano ficasse mais próxima de zero, egora, a expectativa é de alta de até 1%. 

Os dados que foram responsáveis pelo otimismo na economia foram a alta de 1,4% do consumo das famílias e de 0,6% nos serviços. O consumo também representa cerca de 65% do PIB enquanto os serviços ficam com uma porcentagem superior a 70%. Na comparação anual ainda, foi registrada alta de 0,3%, a primeira desde o primeiro trimestre de 2014.

Notícias relacionadas

[Caixa reduz juros para financiar imóveis]
Economia

Caixa reduz juros para financiar imóveis

Por Kamille Martinho no dia 12 de Dezembro de 2019 ⋅ 21:30 em Economia

A taxa mínima fixa do crédito imobiliário do banco passou de 6,75% ao ano mais a TR (Taxa Referencial), para 6,5% ao ano mais a TR