Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

41 mil sacaram FGTS em demissão por acordo após reforma trabalhista

A nova lei trabalhista trouxe a possibilidade da demissão por comum acordo. Nessa modalidade, a empresa paga uma multa menor sobre o saldo do FGTS, de 20% em vez de 40%. [Leia mais...]

[41 mil sacaram FGTS em demissão por acordo após reforma trabalhista]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Clara Rellstab no dia 16 de Abril de 2018 ⋅ 17:10

Com a entrada em vigor da nova Lei Trabalhista, ao menos 41 mil trabalhadores já fizeram saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, após terem entrado em acordo com o empregador para serem demitidos.

A nova lei trabalhista trouxe a possibilidade da demissão por comum acordo. Na modalidade, a empresa paga uma multa menor sobre o saldo do FGTS, de 20% em vez de 40%.

Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, o total sacado nestes meses totalizou R$ 242 milhões, com um valor médio de R$ 5.891 por trabalhador.

Notícias relacionadas